Skip to content Skip to navigation menu

Verifique a medida na lateral do seu pneu, ou busque pelo veículo no menu à esquerda.

LP_desktop_and_mobile

Suspensão e amortecedores

A suspensão é a responsável pelo conforto dos passageiros e pela estabilidade do seu carro. Composta dos amortecedores, molas, bandejas, coxins, pivôs, bieletas, terminais, entre outras peças. É ela que absorve impactos causados por buracos, lombadas e irregularidades na pista.

1 Amortecedores

5 Pivô

2 Molas

6 Barra estabilizadora

3 Coluna de direção

7 Barra de direção

4 Caixa de direção

8 Bandeja



Ausência de suspensão:

Todas as irregularidades do terreno são transmitidas aos ocupantes do automóvel, gerando desconforto e insegurança.

Ausência de amortecedores:

O automóvel “pulará” para cima e para baixo, pois toda a movimentação recairá somente sobre as molas, prejudicando a estabilidade e o conforto dos ocupantes do veículo.

Suspensão eficiente:

As rodas acompanham as irregularidades do terreno, porém os ocupantes do veículo se mantêm confortavelmente.

O amortecedor é o principal responsável por controlar o movimento das molas no veículo, fazendo com que o pneu mantenha o máximo de contato com o solo. Se os amortecedores não estiverem atuando corretamente, isso compromete a estabilidade, o conforto e a segurança.

Há dois tipos de amortecedores mais comuns:

O tipo HIDRÁULICO CONVENCIONAL é constituído por um pistão com válvulas, fixado a uma haste que se move dentro de um tubo com óleo. As válvulas regulam a passagem do óleo e a velocidade do movimento da haste.

O tipo HIDRÁULICO PRESSURIZADO funciona basicamente como o convencional, mas conta com a adição de gás com o óleo interno. Esse gás evita a formação de bolhas de ar que surgem quando a suspensão do veículo é muito exigida.


HIDRÁULICO X PRESSURIZADO? Posso trocar?

Um veículo equipado originalmente com amortecedores convencionais pode usar o tipo pressurizado especifico para o mesmo veículo. Mas, não é correto fazer o inverso (do pressurizado para o convencional).

DICA: O corte de elos da mola, para rebaixar o veículo, reduz a vida útil dos componentes da suspensão, além de causar desconforto e insegurança ao condutor.

A DPaschoal é ESPECIALISTA EM SUSPENSÃO!

Aqui você encontra um exclusivo Teste Sonoro, o Maxxi Shocker Tester que avalia as condições dos amortecedores do seu carro para você saber a hora certa de trocar, evitando que você gaste dinheiro sem realmente precisar.

Assista o vídeo e saiba mais
sobre o nosso teste sonoro:

   


Agende seu teste e programe a manutenção dos amortecedores e demais peças da suspensão do seu carro em uma loja DPaschoal perto de você.



Suspensão e amortecedores

A suspensão é a responsável pelo conforto dos passageiros e pela estabilidade do seu carro. Composta dos amortecedores, molas, bandejas, coxins, pivôs, bieletas, terminais, entre outras peças. É ela que absorve impactos causados por buracos, lombadas e irregularidades na pista.

1 Amortecedores

2 Molas

3 Coluna de direção

4 Caixa de direção

5 Pivô

6 Barra estabilizadora

7 Barra de direção

8 Bandeja



Ausência de
suspensão:

Todas as irregularidades do terreno são transmitidas aos ocupantes do automóvel, gerando desconforto e insegurança.

Ausência de
amortecedores:

O automóvel “pulará” para cima e para baixo, pois toda a movimentação recairá somente sobre as molas, prejudicando a estabilidade e o conforto dos ocupantes do veículo.

Suspensão eficiente:

As rodas acompanham as irregularidades do terreno, porém os ocupantes do veículo se mantêm confortavelmente.

O amortecedor é o principal responsável por controlar o movimento das molas no veículo, fazendo com que o pneu mantenha o máximo de contato com o solo. Se os amortecedores não estiverem atuando corretamente, isso compromete a estabilidade, o conforto e a segurança.


Há dois tipos de amortecedores
mais comuns:

O tipo HIDRÁULICO CONVENCIONAL é constituído por um pistão com válvulas, fixado a uma haste que se move dentro de um tubo com óleo. As válvulas regulam a passagem do óleo e a velocidade do movimento da haste.

O tipo HIDRÁULICO PRESSURIZADO funciona basicamente como o convencional, mas conta com a adição de gás com o óleo interno. Esse gás evita a formação de bolhas de ar que surgem quando a suspensão do veículo é muito exigida.



HIDRÁULICO X PRESSURIZADO?
Posso trocar?

Um veículo equipado originalmente com amortecedores convencionais pode usar o tipo pressurizado especifico para o mesmo veículo. Mas, não é correto fazer o inverso (do pressurizado para o convencional).

DICA: O corte de elos da mola, para rebaixar o veículo, reduz a vida útil dos componentes da suspensão, além de causar desconforto e insegurança ao condutor.

A DPaschoal é ESPECIALISTA
EM SUSPENSÃO!


Aqui você encontra um exclusivo Teste Sonoro, o Maxxi Shocker Tester que avalia as condições dos amortecedores do seu carro para você saber a hora certa de trocar, evitando que você gaste dinheiro sem realmente precisar.

Assista o vídeo e saiba mais sobre o nosso teste sonoro:

   

Agende seu teste e programe a manutenção dos amortecedores e demais peças da suspensão do seu carro em uma loja DPaschoal perto de você.