Produtos encontrados: 1 Resultado da Pesquisa por: em 45 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Produtos encontrados: 1 Resultado da Pesquisa por: em 45 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Não encontrou algum produto?

Avise a gente

Para que serve a graxa automotiva?

Você já parou para pensar qual é a importância da graxa para o seu automóvel? Uma coisa podemos dizer de antemão: é muito maior do que você imagina. Primeiramente é bom saber que a graxa automotiva é um lubrificante utilizado para reduzir o atrito e o desgaste e é aplicada justamente em locais onde possam acontecer esse tipo de situação: superfícies metálicas como rolamentos, juntas, eixos, articulações e engrenagens. Já a sua principal função é formar uma camada lubrificante entre as partes móveis, preenchendo os espaços vazios e assim evitando o contato do metal com ele mesmo diretamente. Desta forma, ela ajuda a reduzir o atrito e a dissipar o calor gerado pela fricção. Em suma, a graxa para carro possibilita proteger contra o desgaste, lubrificar, vedar componentes móveis e dissipar calor. Porém, existem diferentes tipos de graxas que você deve conhecer e saber qual é a mais indicada para o seu veículo. Acompanhe o próximo tópico.

Quais são os tipos de graxa?

Agora que você sabe o que é e para que serve a graxa automotiva, chegou a hora de conhecer quais são os seus principais tipos. Confira abaixo a explicação de cada um, com suas características e particularidades.

Graxa de lítio: destaca-se pela grande capacidade de aderência frente às superfícies metálicas, além de ser resistente ao contato com a água e às altas temperaturas; Graxa de cálcio: oferece boa resistência à água e à corrosão e é adequada para uso em partes do veículo expostas a condições úmidas, como rolamentos de cubo de roda; Graxa de complexo de alumínio: é usada principalmente em aplicações de alta temperatura, como freios a disco e componentes de suspensão; Graxa de silicone: pode suportar temperaturas extremas sem perder suas propriedades lubrificantes. É geralmente usada em sistemas de escapamento e sondas lambda; Graxa Marfak: formada à base de sabão de lítio, a graxa marfak possui propriedades de lubrificação e proteção. Também pode conter aditivos adicionais para melhorar a resistência à oxidação, estabilidade térmica e capacidade de carga; Graxa branca: caracterizada por sua cor branca opaca, a graxa branca é muito utilizada para lubrificação em geral e proteção contra a corrosão; Graxa azul: projetada para fornecer uma lubrificação eficiente e proteção em condições exigentes.

As graxas brancas e azuis são duas das mais comuns e usadas no mercado. E como você pôde ver acima, elas têm características muito parecidas. Mas se você está se perguntando o que realmente difere uma da outra, veja o tópico a seguir.

Afinal, qual é a diferença entre a graxa branca e a graxa azul?

A principal diferença entre as duas está na composição química e nas propriedades específicas.

A graxa branca é geralmente composta de uma base de sabão de lítio ou cálcio. Além disso, pode conter aditivos para melhorar suas propriedades lubrificantes, resistência à oxidação e proteção contra corrosão.

Vale ressaltar que também existe a graxa branca spray, que nada mais é do que a mesma graxa só que em formato aerossol. A graxa branca spray é projetada para ser aplicada de forma conveniente por meio de uma válvula de pulverização, diferentemente das tradicionais que vem em potes ou cubos.

A graxa branca (graxa branca spray) assim como a graxa azul (graxa spray azul) são altamente recomendáveis para aplicações de lubrificação geral, como rolamentos, juntas e engrenagens.

O diferencial da graxa azul (graxa spray azul) é que ela é mais resistente à água, possui uma melhor estabilidade térmica (recomendada em aplicações que envolvam altas temperaturas de operação), além de lidar melhor com cargas e pressões mais elevadas.

Após entender as diferenças entre a graxa azul e a branca, chegou a hora de descobrir se existe alguma graxa que não interfira na borracha do veículo, presente em diversos itens do seu carro, como os pneus e as mangueiras. Acompanhe o tópico a seguir.

Qual é a graxa que não agride borracha?

Lembra da graxa de silicone que falamos anteriormente? Então, ela é a graxa que não agride a borracha do veículo.

Isso acontece, pois ela possui propriedades lubrificantes e de proteção, além de ser resistente à oxidação e à maioria dos produtos químicos. Portanto, a graxa de silicone é altamente recomendada em aplicações onde é necessário lubrificar componentes de borracha como vedantes, juntas e o-rings.

Quanto tempo dura a graxa no veículo

Fatores como a qualidade da graxa utilizada, o tipo de componente que está sendo lubrificado e as condições de operação do veículo podem fazer com que a graxa do seu carro dure mais ou menos tempo. Mas não há um prazo específico, pois ela pode se deteriorar ao longo do tempo, devido às altas temperaturas, umidade, contaminação por sujeira ou produtos químicos, entre outros fatores.

É importante ficar atento aos sinais de desgaste ou deterioração da graxa, como separação de óleo, ressecamento ou perda de resistência. Caso isso aconteça, a graxa deve ser substituída para evitar maiores danos aos componentes do carro.

Confira algumas vantagens de ser cliente DPaschoal!

  • Temos mais de 120 lojas espalhadas pelo país com técnicos especializados para cuidar do seu carro
  • Entrega rápida para todo o Brasil.
  • Pagamento em até 10x sem juros no cartão de crédito
  • - DPaschoal: Maior rede de Serviços Automotivos da América Latina

Não encontrou algum produto?

Avise a gente

Selecione a montadora
Selecione o modelo
Aguarde...